Mapa de Risco Covid-19: No Noroeste apenas B.J. do Itabapoana se encontra na bandeira laranja, Região Norte se encontra na bandeira amarela

Mapa de Risco Covid-19: estado do Rio de Janeiro avança para bandeira amarela
Mapa de Risco Covid-19: estado do Rio de Janeiro avança para bandeira amarela

A 35ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nesta sexta-feira (18) pela Secretaria de Estado de Saúde, mostra que o Estado do Rio de Janeiro apresentou melhora do cenário epidemiológico, passando para a bandeira amarela (risco baixo de contrair a doença). Entre as cinco regiões com bandeira amarela, Médio Paraíba, Serrana, Baixada Litorânea e Norte se mantêm com risco baixo desde a última análise, já a Metropolitana II passou de risco moderado (laranja) para baixo.

Duas regiões estão com bandeira laranja (risco moderado de contrair a doença): Centro-Sul, que estava com bandeira amarela; e Metropolitana I, que se manteve na laranja. E duas com bandeira vermelha (risco alto): Baía da Ilha Grande, que estava com bandeira laranja na análise passada; e Noroeste, que se manteve na vermelha.

Na região Noroeste apenas o município de Bom Jesus do Itabapoana apresenta bandeira laranja, os demais estão na bandeira vermelha, como mostra o mapa de risco dos municípios, o mapa dos municípios feito pela Secretaria de Saúde de Estado, segue os mesmos critérios usados para classificar as regiões do estado.

A análise compara a semana epidemiológica 22 (30 de maio a 5 de junho) com a 20 (16 a 22 de maio) de 2021.

Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

O Estado do Rio de Janeiro apresentou uma redução de 18% no número de óbitos, e as internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) caíram 30% na comparação entre as semanas epidemiológicas analisadas. As taxas de ocupação de leitos no estado, nesta sexta-feira (18), são 66% para leitos de UTI e 42% para leitos de enfermaria.

Os resultados apurados para os indicadores apresentados devem auxiliar a tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada região.

VISA apreende cerca de 80kg produtos com data de validade vencida e clandestinos em Campos

A Vigilância Sanitária (Visa) apreendeu nesta quinta-feira (17), cerca de 80kg de alimentos impróprios para consumo humano, em duas padarias localizadas na região da Pecuária. Na fiscalização foram encontrados alimentos com prazo de validade vencido e, também, produtos clandestinos, tais como “queijo da roça” e leite cru, este último exposto à venda em garrafas pet reutilizadas. Os estabelecimentos foram multados e os alimentos apreendidos e inutilizados.

Durante a ação, fiscais constataram que um dos estabelecimentos comerciais eram reincidentes. Nele foram apreendidos 33kg de produtos sem registros e com validade expirada. Já no outro foram apreendidos 38 litros de leite cru e 9.392kg de queijo da roça.

De acordo com informações da Visa, o leite cru, chamado popularmente de “leite da roça” e adquirido em garrafas pet reaproveitadas, não passa por nenhum tratamento térmico e nenhuma fiscalização tal como ocorre nos laticínios legalizados, não sendo feito nenhum teste para verificar se possui resíduos de antibióticos usados nas vacas ou bactérias capazes de causar doenças no homem, tais como brucelose, tuberculose e listeriose.

Além disso, também não há nenhuma garantia sobre higienização adequada das garrafas de reutilizadas no envase, podendo também estas embalagens representar fonte de intoxicação ou infecção alimentar para o consumidor.

A Vigilância Sanitária orienta a população que fique atenta às condições higiênico-sanitárias dos estabelecimentos, data de validade e selo de inspeção sanitária oficial como, Serviço de Inspeção Municipal (S.I.M.), no Serviço de Inspeção Estadual (S.I.E.), Serviço de Inspeção Federal (S.I.F.) ou do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (S.I.S.B.I.), quando for comprar produtos alimentícios.

Em caso de irregularidades, denuncie através do telefone: (22) 99868-0244, por ligação ou mensagem de Whatsapp. O anonimato é garantido.

Apontado por ter participações em vários homicídios em Campos é preso pela Polícia Militar

Policiais Militares do 8°BPM, prenderam na tarde desta sexta-feira 18 de junho, um indivíduo apontado pelas investigações como suspeito em vários homicídios na região de Guarus em Campos.

A prisão ocorreu em cumprimento de mandado, após levantamento da equipe de inteligência e com o apoio de informações.

Após sua prisão na rua Morro do Coco, no Parque Lebret, em Guarus o mesmo foi encaminhado para a 146°DP.

Rio de Mãos Dadas: exposição itinerante do Sistema Fecomércio RJ chega a Itaperuna

Esculturas gigantes em formato de mãos serão expostas em sete municípios do estado do Rio de Janeiro.
Intervenção urbana tem início nesta terça-feira (22).

A partir desta terça-feira (22/6), sete municípios fluminenses receberão as esculturas gigantes que fazem parte da campanha Rio de Mãos Dadas, do Sistema Fecomércio RJ (Sesc e Senac RJ), série de ações que visa envolver as pessoas em um clima de positividade em 2021 para superar o difícil ano que passou. A intervenção urbana itinerante, que já expôs as obras em bairros e pontos turísticos da capital fluminense, poderá ser vista nas cidades de Angra dos ReisCabo FrioConceição de MacabuItaperunaMiguel PereiraNilópolis e Rio das Ostras, de 22 de junho a 6 de julho.

As obras de mais de 2 metros de altura, em formato de pares de mãos, representam a superação das dificuldades de 2020 e a esperança de retomada da normalidade este ano e serão exibidas em duas etapas: com as mãos separadas, ilustrando o afastamento imposto pela pandemia, e, posteriormente, unidas, simbolizando a esperança da retomada de contatos, planos e afetos em 2021. 

Confeccionadas em fibra de vidro, as mãos foram trabalhadas por dez artistas: Agrade Camíz, Bruno Awful, Cláudia Lyrio, Igor Nunes, LooStavale, Márcia Falcão, Maria Amélia Diegues, Mario Band´s, Robnei Bonifácio e Yhuri Cruz. 

A intervenção urbana da campanha é uma oportunidade de comunicar à sociedade que a Fecomércio RJ, o IFec RJ, o Sesc RJ e o Senac RJ estão de mãos dadas com a população fluminense neste momento adverso. Ampliar a visibilidade do símbolo de união pelo estado do Rio de Janeiro é uma forma de fortalecer o nosso compromisso com milhares de pessoas, de levar serviços de cultura, educação, capacitações, ações sociais e oportunidades a todos“, explica o presidente do Sistema Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior.

As obras integram a campanha Rio de Mãos Dadas, conjunto de iniciativas do Sistema Fecomércio RJ que inclui: intervenções urbanasexposições itinerantesmaratonas virtuaiscapacitações gratuitas em parceria com sindicatoscursos adaptados ao “novo normal”Prêmio Fecomércio de Cultura e uma Edição Especial do Prêmio Visão Consciente, para identificar e reconhecer empresas que fizeram a diferença em suas áreas de atuação e na sociedade.

Sobre as obras e os artistas

ANGRA DOS REIS – Shopping Piratas (Estrada das Marinas, 91 – Praia do Jardim | Área de exposição no primeiro piso) 

Obra: A VIDA PRESENTEConceito: obra intitulada a partir do último verso do poema “Mãos Dadas”, de Carlos Drummond de Andrade.

Material: pintura mista
Artista: Cláudia Lyrio – a artista natural do Rio de Janeiro, pesquisa o ciclo da vida e a natureza em uma narrativa onde a paisagem emerge como protagonista e o pensamento da cor é um dos eixos de significado. É formada em Pintura e Letras (ambas pela UFRJ), tem Especialização em História da Arte e Arquitetura no Brasil (PUC-Rio) e Mestrado em Literatura Brasileira (UFRJ).

CABO FRIO – Shopping Park Lagos (Avenida Henrique Terra, 1700 – Palmeiras)

Obra: CULTURA DA BORDA DA PALMA DA MÃO

Conceito: A pintura será feita de tal maneira que no momento do encontro das mãos, os casais “dancem” unindo essas duas potências culturais tão marcantes para os movimentos negros da cidade, trazendo a ideia de união e harmonia pela cultura.

Material: pintura acrílica e resina

Artista: Márcia Falcão – artista plástica graduada em Pintura pela UFRJ. Um dos temas recorrentes em seus trabalhos tem sido a problemática feminina vista através de experiências pessoais tendo o Rio de Janeiro como cenário, ora belo e poético, ora violento e assustador. Passeando pelo grotesco assume a linguagem figurativa como meio para transmitir críticas à contemporaneidade.

CONCEIÇÃO DE MACABU – Sede da Estação Ferroviária (Avenida Vitorsence – Centro | Ao lado da Igreja Católica Central da Cidade)

Obra: COADUNAÇÃO

Conceito: “O que vemos dentro das mãos, na sucessão de formas encaixadas, é uma espécie de “janela abstrata” que remete às profundezas que possam habitar a interioridade destas mãos.”

Material: pintura mista

Artista: Mario Band´s – indicado ao Prêmio Pipa 2017, realiza obras marcadas pelo intenso uso da geometria e precisão no trabalho das cores, luzes e sombras. Utiliza a técnica do Grafitti para deslocar elementos, atrair, confundir e trair o olhar do espectador com a inserção de novas formas, nos diversos suportes que utiliza. 

ITAPERUNA – Avenida Presidente Dutra, 1400 | Em frente à FIAT

Obra: FUGA E FÚRIA

Conceito: inspirado nos estudos de quiromancia, reflexologia e mapa das mãos para traçar paralelos com historiografias e subjetividades afro-diaspóricas.

Material: pintura mista

Artista: Yhuri Cruz – artista visual e escritor, nascido em Olaria, no RJ, em uma família de matriz afro-brasileira. Seu trabalho consiste em promover a intersecção entre sua herança ética e estética familiar, anticolonialidades e esferas privilegiadas e transgressoras do campo artístico. Desenvolve sua prática a partir de criações textuais, visuais e proposições instalativas e performativas, que dialogam com sistemas de poder, crítica institucional, relações de opressão, encenações de cura, resgates subjetivos e violências sociais reprimidas ou não resolvidas.

MIGUEL PEREIRA – Lago do Javary | Próximo ao Hotel Javary

Obra: NAS NOSSAS MÃOS

Conceito: representação da beleza natureza através da flora e fauna marinha e terrestre, e na responsabilidade que temos com o Planeta.

Material: pintura mista

Artista: Maria Amélia Diegues – formada em Paisagismo pela escola de Belas Artes da UFRJ, transita por diversas técnicas, algumas artesanais como aquarela, lápis de cor, serigrafia, assim como em computação gráfica. Seu trabalho é colorido e de formas orgânicas ligadas à natureza como flores, vegetais e animais. Influência da sua formação original e de sua vivência com as coisas da cozinha e confeitaria muito presentes em sua vida.

NILÓPOLIS – Prefeitura Municipal de Nilópolis (Rua Pedro Álvares Cabral, 305 – Centro)
​Obra: HINTERLÂNDIA É O CENTRO

Conceito: “Com as cores da bandeira da cidade do Rio de Janeiro, usarei os nomes de diferentes bairros para comentar sobre zonas da cidade que até têm algum contato, mas nem sempre se encontram.”

Material: pintura acrílica

Artista: Robnei Bonifácio –  Formado em Gravura pela Escola de Belas Artes da UFRJ e mestre em Linguagens Visuais pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRJ, vive, trabalha e transita entre Rio e Nova Iguaçu. Em seu trabalho investiga maneiras de dialogar com espaço urbano por meio de desenhos, pinturas, propostas educativas e intersociais, abordando o subúrbio como território central para a produção de afetos.

RIO DAS OSTRAS – Praça Prefeito Claudio Ribeiro, s/n – Extensão do Bosque (Em frente à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Rio das Ostras)

Obra: FEITO COM CARINHO

Conceito: projeto que debruça o olhar sobre os impressos que permeiam o cotidiano coletivo, relembrando os passeios na praça, as festas de rua, os parques de diversão itinerantes.

Material: pintura acrílica

Artista: LooStavale – artista, mestranda em Processos Artísticos Contemporâneos pela UERJ, bacharel em Gravura pela Escola de Belas Artes/UFRJ.  Participou de ações e exposições como ArtRua – Mostra de Arte Urbana, ocupação periódica do muro do Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, Boreart, Sesc Tijuca e Festival de Inverno no Sesc Teresópolis, Deu na Telha no Complexo do Alemão, CMHO, entre outras.

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24 horas. O resultado, o melhor desde o início da campanha de vacinação, foi divulgado por meio da plataforma Localiza Sus, abastecida com informações repassadas pelos estados.

Até ontem, mais de 60,38 milhões de brasileiros já tinham tomado a primeira dose do imunizante e cerca de 24,03 milhões as duas doses, superando 84,1 milhões de doses aplicadas.

Hoje (18), ao participar, no Rio de Janeiro, da divulgação da situação epidemiológica na capital do estado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga disse que a marca atingida nesta quinta-feira é uma demonstração da “força” do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Nós ontem aplicamos mais 2 milhões de doses de vacinas. Aqueles que ficam questionando o programa de imunização vão quebrar a cara. Não é fácil aplicar 2 milhões de doses de vacinas”, declarou o ministro, após enfatizar a importância da vacinação da população para a superação da pandemia de covid-19.

Óbitos

“O momento ainda inspira cuidados. Houve uma redução do número de mortes desde que assumi o ministério, mas a média móvel de óbitos, em torno de 2 mil, ainda é alta e temos que reduzir. E a esperança para isso são as vacinas”, acrescentou Queiroga, enfatizando que o governo federal já distribuiu cerca de 109,29 milhões de doses de imunizantes a estados e municípios.

Até a noite desta quinta-feira, o Brasil contabilizava 496.004 mortes em decorrência de complicações da covid-19 e 17.702.630 casos confirmados da doença. A causa de outros 3.758 óbitos estava em investigação, enquanto o número de pessoas infectadas que se recuperaram totalizava 16.077.483, ou o correspondente a 90,8% do total de casos confirmados.

Fonte: Agência Brasil