Policiais e agentes começarão a usar câmeras já no réveillon, diz Castro

Programa de registro de ações das forças de segurança foi apresentado nesta segunda-feira (13)

Policiais do 19º BPM (Copacabana) serão os primeiros a usar as câmeras corporais para registro de atividades e abordagens. O sistema estreia no réveillon, e testes já estão sendo feitos.

O governador afirmou que, com as câmeras operacionais, o RJ entra em uma nova fase na segurança pública. “Fase da transparência, de proteção do policial, mas também da pessoa que está sendo alvo da operação”, afirmou.

“Eu creio que a gente vá diminuir a letalidade policial e também a letalidade de inocentes, inclusive muita coisa que recai sobre a polícia”, emendou.

A aquisição das 21.571 câmeras corporais foi a maior licitação já feita no país desse tipo de equipamento e faz parte do Programa Estadual de Transparência em Ações de Segurança Pública, Defesa Civil, Licenciamento e Fiscalização. Além de proteger os servidores em casos de falsas acusações, o uso do equipamento vai aumentar a transparência e a fiscalização das ações policiais, reforçou o governador.

Como vai funcionar

  • As câmeras ficam presas em um totem onde as baterias são carregadas;
  • O dispositivo é designado a um só agente, que precisa desbloqueá-lo com reconhecimento facial;
  • O sistema reconhece o policial e solta a câmera, que já começa a gravar e a transmitir para o Centro de Comando e Controle;
  • A autonomia do aparelho é de 12 horas;
  • Por padrão, o aparelho grava em média resolução, e as imagens ficam armazenadas por 60 dias;
  • Há a possibilidade, porém, de ativar o modo HD: nesse caso, as imagens são registradas em alta definição e ficam salvas em uma nuvem por até um ano;
  • Tanto o policial em ação quanto o agente que estiver acompanhando do Centro podem acionar o HD;
  • Os órgãos de controle, como as corregedorias, a Defensoria e o Ministério Público, poderão pedir as imagens.

Treze órgãos participam desse programa: Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Operação Segurança Presente (Secretaria de Governo), Lei Seca (Secretaria de Governo), Operação Foco (Casa Civil), fiscais da Secretaria de Fazenda, Detran, Procon, Instituto de Pesos e Medidas, Departamento de Recursos Minerais, Instituto Estadual do Ambiente e Detro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *