MOTOCICLISTA FICA FERIDO APÓS ACIDENTE NA BR 356 EM ITAPERUNA

Um motociclista de aproximadamente 20 anos , ficou ferido após se envolver em um acidente neste sábado (14/12) próximo a um posto na BR 356 em Itaperuna.

Segundo as inforações, ele conduzia uma moto, com placa de Itaperuna  que colidiu em um carro com placa de Pedra Preta, ele foi encaminhado para uma Unidade de Saúde pelo Corpo de Bombeiros de Itaperuna com ferimentos graves e com a consciência instável. 

O motorista do veículo não se feriu, ainda não se sabe a causa do acidente. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local e registrou a ocorrência .

POLICIA APREENDE 11 QUILOS DE COCAÍNA EM CAMPOS

Pelo menos 10 pessoas foram presas na madrugada deste sábado (14/12) enquanto estavam endolando drogas em um apartamento no em um condomínio no Parque Califórnia em Campos.

 Foto: Divulgação/PM

Segundo informações da PM, os agentes foram ao local após denuncias de que um grupo de uma comunidade da cidade estaria no local preparando a droga para a venda.

No local, foram apreendidos cerca de 11 quilos de cocaína, celulares, uma balança e embalagens que serviam para a venda da droga, todo o material foi encaminhado a 134ª  DP.

ACIDENTE DEIXA CAMINHONEIRO FERIDO NA BR 101

Um homem de 21 anos ficou ferido em um acidente na BR-101, em Campos. Ele conduzia um caminhão carregado com pisos, que tombou na altura do distrito de Morro do Coco, próximo à divisa entre o Estado do Rio e Janeiro e o Espírito Santo, no início da tarde desta sexta-feira (13/12).

De acordo com a concessionária que administra a rodovia, o homem, que não teve o nome divulgado, recebeu os primeiros atendimentos no local e foi encaminhado para o Hospital Ferreira Machado (HFM).


Apesar da assessoria de imprensa da concessionária haver informado que a vítima foi socorrida em estado grave, a unidade de saúde informou, por meio de nota, que a vítima sofreu ferimentos sem gravidade e se encontra estável.


ACABOU O CHURRASCO!! PREÇO DA CARNE DEVE SUBIR ATÉ JUNHO DO ANO QUE VEM

A associação que representa os frigoríficos exportadores de carne bovina (Abiec) disse nesta terça-feira (10/12) que os preços da proteína em 2020 devem diminuir em relação a outubro e novembro, mas seguirão mais caros em relação ao período de janeiro e setembro.

“Não vai ficar nos patamares do momento de oscilação maior (outubro e novembro), mas não vai voltar aos preços ortodoxos de antes. Vai encontrar um ponto de equilíbrio”, completou.

Exportação recorde

A associação afirma que 25% da produção brasileira de carne bovina deste ano será vendida ao exterior, uma situação inédita no setor. A média histórica está entre 20% e 22%.

Com o resultado, 75% do que foi produzido ficou no mercado interno.

Com dados preliminares para dezembro, a venda de carne de boi para o exterior deve chegar a 1,82 milhão de toneladas, alta de 11,7% em relação a 2018. Em receita, o valor alcança US$ 7,45 bilhões (+13,3%).

Levando em conta apenas o mês de dezembro, a estimativa da associação é que o volume de exportação seja o segundo maior do ano, alcançando 185,3 mil toneladas, atrás apenas das 197,5 mil toneladas de outubro.

A disparada do preço da carne bovina veio para ficar. De acordo com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em novembro foi registrado aumento em 17 capitais brasileiras. Em alguns casos, a alta foi de quase 20% em relação a outubro.

O peso no bolso dos brasileiros não vai diminuir. Análises indicam que, pelo menos até os primeiros meses de 2020, a carne vai continuar subindo, acompanhando o aumento das exportações do produto e da demanda interna.


No fim de novembro, o presidente Jair Bolsonaro disse que não iria interferir no preço da carne bovina e ressaltou que acreditava que o custo iria cair. As afirmações foram feitas a populares na saída do Palácio do Alvorada. “Tivemos uma pequena crise agora [no preço da carne], mas vai melhorar. A carne aqui, internamente, daqui a algum tempo, acho que vai diminuir o preço”.

Saque complementar do FGTS será liberado no próximo dia 20

Medida vale para contas com saldo de até um salário mínimo.

A Caixa Econômica Federal vai liberar o saque complementar do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a partir da próxima sexta-feira (20). Mais de 10 milhões de pessoas serão beneficiadas, segundo o  vice-presidente do Agente Operador da Caixa, Paulo Henrique Angelo Souza. A declaração foi feita em uma transmissão ao vivo nas redes sociais para explicar sobre o novo limite de saque.

Só terá direito ao saque extra quem tiver alguma conta de FGTS, ativa ou inativa, cujo saldo era de até R$ 998 (atual valor do salário mínimo) em 24 de julho deste ano. Quem tiver saldo acima desse valor na conta do FGTS só poderá retirar os R$ 500 originalmente previstos. O limite vale para cada conta, separadamente.

O limite do saque imediato subiu com a sanção da lei de conversão de medida provisória nº 13.932/2019.

Dessa forma, um trabalhador que tinha R$ 998 numa conta do FGTS e R$ 1 mil em outra conta até 24 de julho só poderá sacar R$ 998 da primeira conta e R$ 500 da segunda. Nesse caso, se o trabalhador tiver retirado R$ 500 de cada conta na primeira etapa do saque imediato, poderá sacar os R$ 498 restantes da primeira conta e não poderá retirar mais nada da segunda.

Para saber se tem direito ao saque adicional, o trabalhador deve consultar o extrato do FGTS na página na Caixa na internet. A consulta também pode ser feita no aplicativo FGTS, disponível nos smartphones dos sistemas operacionais Android, iOS e em computadores com o sistema Windows.

Para a consulta, basta o trabalhador digitar o número do CPF e a senha para verificar o extrato. Caso não tenha senha ou tenha se esquecido, o trabalhador deve cadastrar uma nova senha, mas, para isso, deve ter em mãos o Número de Identificação Social (NIS), que pode ser encontrado na carteira de trabalho, no cartão do cidadão ou no extrato impresso do FGTS.

Ao acessar a conta, o trabalhador deve clicar no botão Extrato Completo, onde aparecem todas as contas do FGTS, ativas e inativas, em seu nome. O correntista deverá clicar nas informações de cada conta. Caso tenha saldo de até R$ 998 em 24 de julho, poderá sacar até esse limite.

Se o trabalhador não tiver feito o saque imediato nos últimos meses, poderá retirar até R$ 998 da conta com saldo de até um salário mínimo. No entanto, caso já tenha feito a retirada, poderá sacar a diferença entre R$ 500 e o saldo remanescente.

Depósito automático

Quem tem conta na Caixa vai receber o depósito complementar automaticamente. Para quem não tem conta, é preciso buscar atendimento nas agências da Caixa, em terminais de autoatendimento e em casas lotéricas. “Quem não tem conta na Caixa saca nos terminais de autoatendimento, nas mais de 13 mil casas lotéricas no Brasil”, disse Souza. Ele explicou que não importa se a conta do FGTS é ativa ou inativa para fazer o saque.

O vice-presidente lembrou que no próximo dia 18 tem início o pagamento do saque imediato para os trabalhadores nascidos em novembro e dezembro. Por isso, agências da Caixa terão o horário de atendimento ampliado em 2 horas.

O dinheiro do saque imediato ficará disponível até o dia 30 de março de 2020.

AGENCIA BRASIL

COMPROMISSO COM A VERDADE