Pádua informa a identificação de 11 casos da variante P.1 da covid-19, volta as aulas é decretado; entenda

Nesta sexta-feira 07 de maio os município de Itaocara e Cambuci informaram em suas redes sociais a identificação de variantes da Covid-19.

Em Santo Antônio de Pádua também nesta sexta-feira a Secretaria de Saúde do município informou que foram identificados 11 casos da nova variante P.1 da Covid-19.

A variante P.1 é uma variante brasileira que foi identificada a primeira vez em Manaus, ela é conhecida pelo alto poder de transmissão.

No dia 27 de abril o município de Pádua também informou que foram identificados dois casos da variante P.2 da Covid-19. REVEJA AQUI!

A variante P.2 foi identificada a primeira vez no Rio de Janeiro, que é uma mutação genética da cepa B.1.1.2.8, e assim como a variante P.1 tem um alto poder de transmissão.

Na tarde desta sexta-feira 07 de maio foi decretado pelo prefeito de Santo Antônio de Pádua, Paulo Roberto Pinheiro Pinto o retorno às atividades educacionais híbridas na rede publica e privada de ensino no município, decreto esse que gerou alguns questionamentos, já que foi publicado a identificação de 11 casos da variante P.1 da Covid-19.

Nas redes sociais pais de alunos expressaram suas opiniões:

¨ Não consigo compreender! Pedem atenção pois foram identificados 11 casos da nova variante e soltam um decreto, no mesmo dia, determinando o retorno às aulas?! Como assim? Será que somente eu não consigo compreender tamanha incoerência?¨

¨ Legal! Nova variante e o que vamos fazer? Ahhhh vamos abrir as escolas! Gente eu queria entender vocês…¨

De acordo com o decreto n°116, fica autorizado o retorno das atividades de ensino, na forma híbrida, nas instituições de ensino publicas e particulares no município, o decreto estabelece que as instituições devem cumprir as normas sanitárias vigentes para evitar a propagação do vírus.

Ainda de acordo com o decreto os pais ou responsáveis que optem por não autorizar a participação dos alunos nas atividades presenciais devem observar as diretrizes estabelecidas pela respectiva mantenedora para o pleno acesso à plataforma de ensino, bem como outras formas de ensino não presencial.

As Instituições que descumprirem as medidas da vigilância sanitária, terão o alvará suspenso até a regulação ou poderá sofrer a revogação do alvará.

As instituições estão autorizadas a funcionarem a partir do dia 17 de maio, porem de acordo com o decreto, a autorização descrita será efetivada desde que o município esteja com a sinalização, laranja, amarela ou verde no mapa de risco do Estado do Rio de Janeiro, caso o município esteja classificado como bandeira vermelho ou roxa as atividades autorizadas ficarão suspensas.

Na 29° atualização do mapa de risco da covid-19 no Estado do Rio de Janeiro a região Noroeste apresenta a bandeira vermelha, porém o município publicou nesta segunda-feira 10 de maio a classificação com a bandeira laranja.

ATUALIZADO 10/05/2021

Um comentário em “Pádua informa a identificação de 11 casos da variante P.1 da covid-19, volta as aulas é decretado; entenda”

  1. E mais uma vez, na tarde deste sábado, aglomeração e mais aglomeração no bairro do Salgueiro tendo futebol, cheio de gente

Deixe um comentário para Flávia Thaynna Rodrigues Ferreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *