Mortandade de peixes em São Francisco de Itabapoana

A praia de Lagoa Doce, em São Francisco de Itabapoana apresentou no primeiro dia do ano um quadro desolador para os amantes da natureza: uma mortandade de peixes, a maioria da espécie sairu, peixe de água doce em abundância na foz do rio Itabapoana.

A secretaria municipal de Meio Ambiente foi informada sobre o problema e, nesta sexta-feira (03), os peixes serão recolhidos pela secretaria municipal de Obras e Serviços públicos após vistoria do Instituto Estadual do Ambiente. A secretaria afirma que somente análise poderá confirmar a causa da mortandade.


O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) informou fez a vistoria no local, onde constatol que a causa da morte não foi por poluição da água, a água está boa para banho, mais outros exames precisam ser feitos para constatar o motivo das mortes. O sairu também é conhecido como “sauá”, peixe de escamas, de água doce, da família dos Caracídeos. Sua coloração é prateada e seus olhos são grandes e escuros. Pertence à família dos lambaris e é muito comum nos rios e lagoas.

A área está protegida e só poderá ser limpa após o fim das análises. “O mais provável é que com a cheia do Rio Itabapoana, os peixes, que são de água doce, tenham migrado para o mar, e o choque da água doce com a salina tenha provocado as mortes”, explicou Sofiatti

Com informações: CAMPOS 24H

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *