MENOR SUSPEITA DE MATAR O FILHO RECEM NASCIDO É APREENDIDA EM RESENDE

Uma adolescente suspeita de matar o próprio filho logo após o nascimento foi apreendida nesta segunda-feira (06/05), em Resende, no Sul do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, a menor, de 16 anos, contou aos agentes que fez o parto sozinha no banheiro de casa, cortou o cordão umbilical com uma tesoura e, em seguida, jogou o recém-nascido do alto da varanda do quarto.

O bebê morreu por traumatismo craniano, apontou a necrópsia do Instituto Médico Legal.

Os policiais informaram que, durante o relato, ela não apresentou sinal de descontrole emocional e nem arrependimento.

De acordo com a polícia, “não foram observados mínimos indícios de estado puerperal, mas tão somente a vontade livre e consciente de eliminar a vida do nascente para ocultar uma gravidez indesejada”.

Ainda segundo a versão que a menor apresentou na delegacia, ela pensou que a criança estava morta.

Testemunhas contaram aos policiais que ela vinha apresentando “comportamento estranho”, e estava sumida há três meses. Que, inclusive, deixou de participar de um grupo de dança e das aulas de capoeira.

O orpo do bebê foi encontrado às margens do Rio Paraíba do Sul, no bairro Campos Elíseos. O recém-nascido, que nasceu de nove meses, era um menino e estava ainda com o cordão umbilical.

O crime foi registrado na delegacia de Resende, onde a menor foi autuada por homicídio doloso qualificado. “Doloso” é quando há a intenção de matar e “qualificado” foi em razão da impossibilidade de reação da vítima.

Os pais da adolescente também foram ouvidos e disseram que não sabiam da gravidez, mas os policiais ainda investigam se houve participação de outras pessoas no assassinato.

Desde que foi descoberto o caso, a família da menor vem sofrendo ameaças de linchamento por moradores da cidade, disse a polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *