Maracanã e Santos Dumont receberão câmeras de reconhecimento facial, diz Witzel

Ao todo, a nova fase do projeto contará com 140 câmeras; Em Copacabana, 8 mandados de prisão foram cumpridos em apenas 10 dias, graças ao projeto.

Wilson Witzel, governador do Rio, anunciou nesta quinta-feira a ampliação do projeto piloto com câmeras de reconhecimento facial.  Por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais, ele informou que o estádio do Maracanã e a região do aeroporto Santos Dumont serão incluídas na iniciativa, que já opera em Copacabana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *