Mães estão há meses sem fazer pré-natal por falta de médicos em Pádua

Nas redes sociais mães tem relatado o descaso que vem sofrendo por falta de atendimento médico em Pádua.

De acordo com relatos das mães algumas estão desde junho sem realizar o pré-natal, atendimento esse que era realizado no Centro de Atenção Integral Materno Infantil (CAIMI) posto que fica localizado no bairro Cidade Nova em Pádua, de acordo com as mães o posto não possui mais um obstetra “pediram demissão” – disse uma mãe.

Ainda de acordo com uma mãe sua ultima consulta foi em julho e sua próxima consulta seria quinta-feira passada, mais ao chegar no CAIMI foi informada que a médica não foi e a consulta remarcada para essa quinta-feira 10/09, mais quando a mãe chegou no local não tinha nenhum médico para atender, ela como várias mães não sabem oque fazer pois nem todas tem condições de fazer no particular , essa mãe ainda deixou um “conselho” para as mulheres que querem ser mães “Olha meninas conselho de uma boba, evitem o máximo de engravidar pois a coisa aqui em Pádua está feia de se ver.”

Redes sociais

Toda mulher tem direito a realizar exames de acompanhamento pré-natal, dar à luz com segurança, à licença-maternidade e a amamentar o seu filho. O conhecimento das mães em relação a esses direitos é uma arma fundamental para que eles sejam respeitados na prática.

 A gestante tem direito a acompanhamento especializado durante a gravidez assegurado pela Lei n. 9.263, de 1996, que determina que as instâncias do Sistema Único de Saúde (SUS) têm obrigação de garantir , em toda a sua rede de serviços, programa de atenção integral à saúde, em todos os seus ciclos vitais, que inclua, como atividades básicas, a assistência à concepção e contracepção, o atendimento pré-natal e a assistência ao parto, ao puerpério e ao neonato. Conforme orientação do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *