IGREJA CATÓLICA É ALVO DE VANDALISMO EM ITAPERUNA

Mais uma igreja vinculada a Diocese de Campos foi alvo de vandalismo. Desta vez, o crime aconteceu com a igreja Nossa Senhora das Graças, no bairro Aeroporto, em Itaperuna.

A ação foi realizada na madrugada da última sexta-feira e divulgada nesta segunda-feira (20). O caso é investigado pela 143ª Delegacia de Polícia, de Itaperuna. Esse é o primeiro registro de vandalismo feito pela Diocese este ano, mas em 2019 pelo menos sete igrejas foram alvos de bandidos.

Em nota, a Diocese classificou o ataque como uma falta de respeito que preocupa toda população.De acordo com a Diocese, os vândalos cortaram fios das câmeras de segurança e alarmes do local e entraram pelo telhado, mas não chegaram ao interior da igreja porque as portas da paróquia são mais reforçadas.

Nada foi levado e não foi reparado nenhum dano imagens sacras.  A ação criminosa, da invasão à saída dos criminosos, durou cerca de uma hora e meia.O padre da Igreja Nossa Senhora das Graças, Janvier Kataka, informou que novas medidas de segurança foram adotadas pela paróquia.

Ele também disse que os danos nas câmeras e telhado estão sendo reparados. Além disso, cumprindo com as premissas da fé católica, comentou: “Estamos em oração pelos criminosos, para que haja conversão neles e que busquem viver para Jesus”.

Em nota, a Diocese repudiou o ato: “As invasões que ocorreram contra igrejas católicas representam a falta de respeito e preocupam toda a sociedade.

Compromete a liberdade de expressão religiosa e a segurança dos fiéis. Compete as autoridades policiais intensificarem o policiamento nos locais de igrejas e as investigações a fim de identificarem os criminosos e serem aplicadas as punições cabíveis e a toda a sociedade estar atenta a esses crimes.

Não se pode admitir que até as igrejas continuem sendo alvo de roubos e de vandalismo”.

Outros – Em 2019, pelos menos sete igrejas vinculadas à Diocese de Campos foram alvos de vandalismo e roubos, em apenas três meses. Segundo levantamento da Diocese, os casos foram registrados nas cidades de Campos (4 ocorrências), Itaperuna (1 ocorrência), São Francisco do Itabapoana (1 ocorrência) e São João da Barra (1 ocorrência).

Na região Noroeste Fluminense, duas igrejas também foram vitimas de vandalismo e roubo. Na cidade de Itaperuna, a primeira foi a igreja de São José do Avahi que teve uma porta do salão paroquial arrombada e foi roubado um violão. Já em Italva, a igreja Nossa Senhora Aparecida, na zona rural, teve o sino roubado e localizado no lado externo do prédio.

FONTE: FOLHA 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *