Espaço aéreo da Venezuela teria sido fechado por Maduro; AirFrance suspende operação no país

O ditador Nicolás Maduro teria ordenado o fechamento do espaço aéreo da Venezuela para voos “gerais e privados”. Um comunicado do Instituto Nacional de Aeronáutica Civil sobre o assunto está veiculando nas redes sociais nesta sexta-feira (22).

O texto, que foi divulgado por jornais internacionais, informa a proibição da operação e circulação em território nacional e demais espaços geográficos da “República Bolivariana da Venezuela” das aeronaves de aviação geral e privada.

Em nota aos clientes, a AirFrance informou que “se encontram suspensos” os voos com destino a Caracas, ou partindo de lá, nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro.  De acordo com a empresa aérea, quem tiver passagens compradas poderá remarcá-las.

O objetivo do fechamento do espaço aéreo, assim como a fronteira terrestre com o Brasil, seria impedir a chegada de aviões com ajuda humanitária, iniciativa vista por Maduro como tentativa de interferência indevida de outros países na Venezuela.

No site Flight Radar, que monitora todos os voos do mundo, é possível notar que o território venezuelano está sendo desviado por todas as empresas. Às 17 horas, apenas um avião sobrevoava o país – o voo, da AirEuropa, segue do Equador para a Espanha.

Fonte: Jovem Pan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *