Edmar Santos ex-secretário de saúde do RJ é solto após decisão do STJ

O ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos deixou, na noite desta quinta-feira (6), a Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, na Região Metropolitana, onde estava preso desde o mês passado.

A ordem para soltar o ex-secretário partiu do Superior Tribunal de Justiça (STJ), após pedido da Procuradoria Geral da República (PGR). Edmar havia sido preso no dia 10 de julho por suspeita de envolvimento em irregularidades em contratos assinados durante a pandemia de Covid-19.

Ao solicitar que Edmar fosse solto, a PGR afirmou ter reunido elementos de provas que colocam o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), “no vértice da pirâmide” do suposto esquema de desvio de verbas para o combate à pandemia do coronavírus no estado.

Edmar Santos fechou delação premiada com a PGR. Durante a operação que resultou em sua prisão, foram apreendidos R$ 8,5 milhões em espécie. O Ministério Público não revelou onde o dinheiro foi apreendido, apenas que foi entregue para o órgão por um investigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *