DEPUTADOS PRESOS POR CORRUPÇÃO SÃO LIBERTADOS NESTA QUINTA FEIRA

Os quatro deputados estaduais presos na Operação Furna da Onça, que estavam no presídio de Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericino, deixaram o sistema penitenciário, na tarde desta quinta-feira (24/10)

Por volta das 16:30, André Corrêa (DEM), Luiz Martins (PDT), Marcus Vinícius Neskau (PTB) e Marcos Abrahão (Avante) saíram da cadeia a pé aos gritos de “ladrão” das pessoas que estavam no local.


Na terça-feira, a Assembleia votou pela libertação dos deputados e a previsão era que eles fossem liberados na quarta-feira.

No entanto, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região não expediu o alvará de soltura. O desembargador Abel Braga esclareceu que não cabe ao TRF2, mas sim à própria Assembleia, decretar a soltura dos parlamentares.

No entendimento do tribunal, uma vez que a Assembleia Legislativa aprovou na terça-feira a soltura dos cinco, desde que não assumar o cargo na Casa, eles não têm mais foro privilegiado e, por isso, a competência do caso deixaria de ser do TRF-2.

Os deputados sãoe André Corrêa (DEM), Luiz Martins (PDT), Marcus Vinicius Neskau (PTB), Marcos Abrahão (Avante) e Chiquinho da Mangueira (PSC) – este último em prisão domiciliar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *