Arquivo da categoria: NOTÍCIAS

Criador do bordão ‘bigodin finin, cabelin na régua’, menino Kallebe morre afogado em Campos

O menino Kallebe Souza, de 12 anos, criador do bordão “bidogin finin, cabelin na régua”, e que participou de um clipe com o funkeiro MC Bin Laden em 2018, foi encontrado morto nesta sexta-feira 23/10.

Kallebe e um amigo desapareceram depois de mergulhar no rio Uraraí, em Campos dos Goytacazes, na tarde desta quinta-feira 22/10. O amigo, cuja identidade não foi divulgada, também foi encontrado morto.

A causa das mortes ainda não foi confirmada, mas bombeiros falam em afogamento.

Os corpos foram achados por volta das 11h desta sexta-feira próximo ao local onde os meninos foram vistos pela última vez. Familiares fizeram o reconhecimento.

Quatro militares participaram das buscas que começaram nesta quinta e foram concluídas na manhã desta sexta.

Morte de MC Kallebe gera confusão com Nego Ney

O desaparecimento de Kallebe Souza da Silva, de 14 anos, conhecido como MC Kallebe e pelo bordão “Bigodin finin, cabelin na régua”, provocou uma confusão com o nome de Nego Ney, o menino que que ficou famoso após posar com Gabigol e se tornar uma espécie de mascote do Flamengo. Assim que as primeiras informações surgiram sobre MC Kallebe, que foi encontrado morto nesta sexta-feira após se afogar no Rio Ururaí, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, uma postagem com a foto do carioca informava “O lendário Nego Ney está desaparecido após se afogar em um rio com mais um amigo”.

MC KALLEBE / NEGO NEY

Como viralizou com o mesmo bordão nas redes sociais e tem traços físicos parecidos, a morte do jovem Kallebe foi confundida com uma possível morte do carioca Arthur Luís Torrin, o ‘Nego Ney’, de apenas 8 anos. Os fãs do mascote flamenguista logo trataram de desmentir a história:

Com informações: G1

Eleições: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Nas eleições municipais de novembro, a Polícia Federal (PF) deverá usar drones para prevenção e repressão de crimes eleitorais como boca de urna e transporte irregular de eleitores.

De acordo com o órgão, mais de 100 aeronaves pilotadas remotamente deverão ser alocadas em municípios considerados estratégicos, em todos os estados. A intenção é que os equipamentos sobrevoem as zonas eleitorais de modo a inibir e flagrar a prática de condutas vedadas nos dias de votação.

Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar todas a eleição em todo território nacional, determinando a adoção as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, informou o órgão.

O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 15 de novembro. O segundo turno, onde houver, ocorrerá em 29 de novembro. O horário de votação será sempre das 7h às 17h, no horário local.

Importunação sexual: crime vitimou 1.154 mulheres fluminenses em 2019

O Dossiê Mulher, divulgado no final do mês de agosto deste ano pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), vinculado à Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag), traz os primeiros dados estatísticos sobre o perfil das vítimas de importunação sexual, que deixou de ser uma contravenção penal e passou a ser um crime tipificado no Código Penal (artigo 215-A) a partir de 24 de setembro de 2018 com a sanção da lei nº 13.718.

O documento mostrou que, no ano passado, 1.154 mulheres foram vítimas de importunação, sendo que 55,4% não conheciam o autor e 73,5% eram solteiras. No total, 49,2% eram brancas, 33,8% pardas e 13,8% pretas, além disso 42,7% tinham entre 18 e 29 anos.

Os crimes aconteceram, em sua maioria, entre segunda-feira e sexta-feira em locais fora da residência da vítima. Tanto os horários quanto os dias em que a importunação foi mais registrada indicaram que as mulheres foram vitimadas nos transportes públicos na ida e volta do trabalho. A 15ª edição do Dossiê Mulher mostrou que 45,8% dos casos aconteceram na capital, sendo 32,9% durante a tarde e 31,6% durante a manhã.

O crime de importunação sexual se refere à prática de ato libidinoso (de caráter sexual), na presença de alguém, sem sua autorização e com a intenção de satisfazer lascívia (prazer sexual) própria ou de outra pessoa. O autor pode pegar uma pena de reclusão de um a cinco anos. Essa mesma lei também tipifica a divulgação de cena de estupro ou estupro de vulnerável. Para a diretora-presidente do ISP, Marcela Ortiz, é importante conscientizar as mulheres sobre a possibilidade de punir quem pratica o crime de importunação sexual.

– É muito importante que a mulher tenha ciência de que se trata de um crime e que ela pode denunciar. Isso pode ajudar a quebrar esse ciclo de violência. Um homem que comete o crime de importunação, caso não seja punido, pode subir degraus na escalada de violência e, quem sabe, praticar um estupro ou até mesmo um feminicídio – afirmou.

Estupro

Em 2019, segundo o Dossiê Mulher, 351 mulheres foram vítimas de estupro de vulnerável e divulgação de cena de estupro. A exposição do ato criminoso se dá no ambiente virtual em 30,2%.

Perfil das vítimas:

– 48,1% tinham entre 18 e 29 anos (adolescentes de 12 a 17 anos representam 14,2% do total de vítimas)
– 62,7% eram solteiras
– 18,8% eram casadas ou viviam junto
– 8% separadas
– 0,9% viúvas
– 38,7% foram vitimadas pelo companheiro ou ex (pornografia de vingança)
– 30,8% foram vitimadas por uma pessoa desconhecida

Homem é detido com material de jogo do bicho e mais de mil reais em Pádua.

De acordo com a seção de comunicação do 36°BPM, uma guarnição se deslocou até a rua Paschoal Possidente no bairro Gerador em Pádua.

No local os policiais puderam observar um suspeito realizando apostas relativas a contravenção penal que se denomina “JOGO DO BICHO”, os policiais então realizaram a abordagem sendo possível apreender 01 aparelho celular, 01 impressora, R$1.097,75 em espécie, bilhetes de apostas e resultados impressos.

Diante dos fatos a ocorrência procedeu até a 136°DP onde o suspeito foi atuado no art.58 da LEI 3.588/41 e foi liberado após pretar depoimento.

Ciclone subtropical pode se formar e causar chuva forte no norte do estado

Os próximos dias serão de muita chuva e ventos fortes do norte do Rio De Janeiro até o sul da Bahia passando por boa parte de Minas Gerais e todo o estado do Espírito Santo. Isso porque há a formação de um sistema de baixa pressão atmosférica na costa capixaba que pode dar origem a um novo ciclone subtropical.

A previsão da Climatempo indica que até o domingo (25/10) os acumulados de chuva cheguem aos 100mm em algumas cidades, o que pode acarretar em alagamentos e inundações. A pior condição do tempo fica para o litoral do Espírito Santo que deve ter, além do maior volume de chuva, as maiores rajadas de vento que podem alcançar os 80km/h.

Por conta da pista de ventos formada, há previsão para ressaca. A partir de segunda-feira (26/10) a costa fluminense e capixaba podem ter ondas de 2,5m. Na terça-feira (27/10) o mar deve subir mais com ondas de 3m de altura.

Um ciclone subtropical é um sistema híbrido, ou seja, ele não é nem um ciclone extratropical e nem um furacão, ele é realmente o meio termo. Não precisa de uma frente fria para se formar, mas também não tem um centro de baixa pressão tão intenso quanto de um ciclone tropical.

Se confirmado, esse será o décimo sistema catalogado pela Marinha do Brasil, e deve ter o nome de Mani.