Anvisa discute liberar testes rápidos para covid-19 em farmácias

Será discutido pelos diretores da Agência Nacional da Vigilância Sanitária ¨ANVISA¨ nessa terça-feira 28/04 a possibilidade de liberação de testes rápidos da COVID-19 em farmácias.

Atualmente, testes rápidos são aplicados em ambiente hospitalar e clínicas das redes pública e privada.

A proposta será levada pelo presidente-substitudo da Agência, o senhor Antônio Barra Torres, Antônio é médico e Contra-Almirante que também é conselheiro do Presidente Jair Bolsonaro em assuntos da saúde.

Integrantes da cúpula do Ministério da Saúde foram resistente no inicio mais acabaram apoiando a proposta.

O novo ministro da pasta, Nelson Teich, tem dito que melhorar o grau de informação sobre a doença no Brasil é pilar de sua estratégia de resposta à pandemia, que tem como um dos pontos a saída do distanciamento social, como defende Bolsonaro.

O receio de autoridades de saúde, como da Organização Mundial de Saúde (OMS), é que testes rápidos têm alto índice de “falso negativo”, se aplicados nos primeiros dias de sintomas da doença. Como o jornal O Estado de S. Paulo revelou, exames doados ao governo pela mineradora Vale podem errar 75% dos resultados negativos, segundo análise encomendada pelo próprio Ministério da Saúde.

Com informações: EXAME.COM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *