¨PROFETA MENOR¨ que já esteve em Igreja de Pádua é preso.

Acusado de tráfico de armas e munição, ele era foragido da Justiça

A polícia prendeu, na sexta-feira à noite, um homem que se passava por pastor e era foragido da Justiça do Espírito Santo. Tiago Cosme de Souza, que se autodenomina o “Profeta Menor, Príncipe das Revelações”, foi abordado por policiais militares quando caminhava por um dos acessos à Favela da Chatuba, no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio.

Tiago esteve em uma Igreja de Santo Antônio de Pádua no bairro Cidade Nova, conhecida como onde usou de ma fé entregando revelações enganosas. Alertamos as igrejas a verificarem a origem de seus pregadores convidados.

Ao ser abordado, Tiago afirmou ser pastor evangélico e mentiu sobre seu nome. Ele disse se chamar Fabricio Alves Sonegheti. Na 22ª DP (Penha), os policiais descobriram o verdadeiro nome do acusado e que havia mandado de prisão em aberto contra ele por tráfico de armas e munição. A Polícia Civil agora investiga o que o foragido fazia na Favela da Chatuba.

Em seu canal no YouTube, Tiago exibia o que chamava de revelações de Deus durante seus cultos. Eram demonstrações em que o pastor dizia adivinhar números de WhatsApp, placas de carro e nomes de parentes de fiéis.

Após a troca de informações entre a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal do Espírito Santo, os agentes da 22ª DP descobriram o nome verdadeiro do pastor era Tiago Cosme de Souza, um homem que estava foragido da Justiça. Sobre ele, havia um mandado de prisão pendente no Espírito Santo por comércio ilegal de armas e munições no estado vizinho ao Rio.

Para prosseguir com as investigações sobre o caso, a Polícia Civil busca descobrir o que um foragido da Justiça do Espírito Santo fazia num dos locais de crime organizado no Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *